VÍRUS DA COVID-19 PODE DEMORAR MAIS DE UM MÊS PARA SAIR DE PACIENTES, DIZ ESTUDO

As pessoas infectadas pela Covid-19 podem precisar esperar mais de um mês antes de serem testadas novamente para saber se eliminaram o vírus, e um em cada cinco resultados negativos do teste podem ser falsos. Essa é a conclusão de um estudo publicado nesta terça-feira (01) no British Medical Journal.

Pesquisadores da Universidade de Modena estudaram 1.162 pacientes na Província de Reggio Emilia, na Itália, que tiveram resultado positivo para Covid-19, usando um teste de reação em cadeia da polimerase (PCR).

Os pacientes foram retestados cerca de 15 dias após o primeiro diagnóstico, 14 dias após o segundo e 9 dias após o terceiro. Os pesquisadores definiram esses intervalos de tempo de acordo com as recomendações do Centro Europeu para Controle e Prevenção de Doenças.

Cerca de 60% dos pacientes que se recuperaram tiveram resultados negativos para Covid-19 em seu primeiro teste de acompanhamento.

Outro exame confirmou o resultado negativo em apenas 78,7% desses pacientes, o que a equipe diz sugerir que cerca de um em cada cinco testes negativos são falsos negativos.

Segundo o estudo, isso pode significar que muitos ainda estão espalhando o vírus após o teste dar negativo e, sem saber, transmitindo a doença a outras pessoas.

Os pesquisadores determinaram que um paciente só havia eliminado o vírus quando houve resultado negativo em dois testes consecutivos. No geral, demorou cerca de 30 dias desde o diagnóstico e 36 dias desde o início dos sintomas, para que os pacientes eliminassem o vírus.

Demorou um pouco mais para os pacientes mais velhos e aqueles com doenças mais grave eliminarem o vírus. O período de tempo aumentou de 35 dias – para aqueles com menos de 50 anos – para 38 dias entre os que tinham mais de 80 anos.

Os pacientes não hospitalizados levaram cerca de 33 dias, enquanto os hospitalizados demorarm cerca de 38 dias para eliminar a carga viral.

Por 34 dias depois que os pacientes notaram os primeiros sintomas, quase 87% deles tiveram resultado negativo. Isso sugere que os infectados podem precisar esperar um mês ou mais para determinar se eles realmente eliminaram o vírus.

A equipe frisou que compreender o momento da eliminação da carga viral é fundamental para determinar estratégias de teste e garantir que as pessoas não tenham que gastar tempo desnecessário isoladas.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA afirmou que os americanos não precisam de um segundo teste para detecção do novo coronavírus.

“A menos que sua doença requeira hospitalização, você pode retornar às atividades normais (por exemplo, trabalho ou escola) após a passagem de 10 dias desde o início dos sintomas e 24 horas a partir do momento em que qualquer febre baixou por conta própria”, garante o CDC.

Fonte:

https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/09/01/virus-da-covid-19-pode-demorar-mais-de-um-mes-para-sair-de-pacientes-diz-estudo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP