REINO UNIDO RESTRINGE VIAGENS PARA FRANÇA APÓS AUMENTO DE CASOS DE COVID-19

O governo britânico decidiu restringir as viagens para a França depois do aumento expressivo dos casos de Covid-19 nos últimos dias. A partir do sábado, quem viajar para o país vizinho vai ter que enfrentar uma quarentena rígida de 14 dias. A notícia, que já vinha sendo discutida por aqui há vários dias, vai afetar bastante a indústria do turismo. Cerca de 160 mil britânicos estão neste momento do outro lado do Canal da Mancha. Os trens do Eurostar desta sexta-feira (14) já estão praticamente lotados e o site da empresa enfrenta dificuldades pelo volume de acesso.

França é o segundo destino mais procurado pelos britânicos — atrás apenas da Espanha, que também está com restrições de viagem. Também foram incluídos na lista de países com restrições Holanda, Mônaco, Malta, Turks and Caicos e Aruba. O governo britânico está monitorando a evolução de casos de coronavírus ao redor do mundo e essa lista têm sido revista constantemente. A França registrou mais de 2.500 casos novos de coronavírus somente ontem – na maior alta diária desde o fim da quarentena em maio. Apesar disso, o governo de Paris não recebeu bem a restrição de viagens dos britânicos e prometeu adotar medidas recíprocas.

No Reino Unido os casos de Covid-19 ainda não aumentaram no mesmo ritmo registrado no continente — e o governo decidiu seguir adiante com o relaxamento da quarentena, que está sendo feito aos poucos. A partir deste final de semana teatros e casas de espetáculo podem reabrir as portas respeitando medidas de distanciamento social. As festas de casamento, que estão proibidas desde o início da pandemia, também voltam a ser liberadas — mas terão que ser limitadas a no máximo 30 pessoas sentadas. Por fim, o gabinete de Boris Johnson também aumentou bastante a multa para quem se recusa a usar máscara repetidas vezes. A cobrança agora pode chegar até 3,2 mil libras — o equivalente a quase R$ 22,5 mil.

Fonte:

https://jovempan.com.br/programas/jornal-da-manha/reino-unido-restringe-viagens-para-a-franca-apos-aumento-de-casos-de-covid-19.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP