PAÍSES VOLTAM A REGISTRAR CASOS E OMS PEDE CAUTELA EM FLEXIBILIZAÇÕES

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu cautela nesta segunda-feira (11) após países que flexibilizaram a quarentena — como Alemanha, China e Coreia do Sul –, registrarem novos casos da Covid-19.

Segundo ele, é necessário que o processo seja feito de maneira gradual e cautelosa, pois é difícil, sem resultados conhecidos e que requer aprendizado diário.

“No fim de semana, vimos sinais dos desafios que podem surgir pela frente. Na Coreia do Sul, bares e clubes foram fechados porque um caso da Covid-19 foi confirmado e houve muitos contatos rastreados. Em Wuhan, foi identificado o primeiro grupo de casos desde que o lockdown foi suspenso. A Alemanha também relatou aumento de casos desde o alívio das restrições“.

Tedros destacou que os países precisam responder três perguntas antes de pensar na flexibilização: a epidemia está sob controle? O sistema de vigilância de saúde pública é capaz de detectar e gerenciar novos casos e identificar um ressurgimento da pandemia? O sistema de saúde pode lidar com os novos casos que eventualmente surjam após o relaxamento de medidas?

De acordo com ele, esses três países têm sistemas para detectar e atuar contra o ressurgimento dos casos, mas esse pode não ser o caso de outras nações. “Uma redução das medidas lenta e constante é essencial para estimular as economias e vigiar o vírus, de modo que medidas de controle possam ser implementadas rapidamente (caso necessário)”.

O diretor da entidade comentou, ainda, que observa sucesso na redução da velocidade do vírus. “Essas medidas fortes têm um custo e reconhecemos o sério impacto socioeconômico dos lockdowns, que tiveram um efeito prejudicial na vida de muitas pessoas”, reconheceu. “Muitos usaram esse tempo para aumentar sua capacidade de testar, rastrear, isolar e cuidar dos pacientes contaminados, que é a melhor maneira de retardar a disseminação e aliviar a pressão nos sistemas de saúde”.

Nesta segunda, países como França, Espanha e Alemanha reduziram o nível de confinamento vigente. Na Espanha e na Alemanha, as medidas já vêm sendo aliviadas rapidamente, enquanto na França as pessoas puderam deixar suas casas sem uma declaração pela primeira vez em quase dois meses.

Fonte: https://jovempan.com.br/noticias/mundo/covid-19-paises-voltam-a-registrar-casos-e-oms-pede-cautela-em-flexibilizacoes.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP