Organismo Alcalino x Organismo Ácido

Aproveite a quarentena do COVID-19 para limpar o seu organismo e se proteger contra as doenças.


Muitas pessoas perguntam como AUMENTAR A IMUNIDADE DO ORGANISMO, e aqui está uma dica importante da nutricionista da Victory, que com certeza vai ajudar o seu organismo a se defender do COVID-19.

Todos os vírus e bactérias são oportunistas e para você se proteger tem que manter o seu organismo ALCALINO!
 
O que significa isso?
Acidez e alcalinidade são medidas do PH (potencial de hidrogênio) do organismo. Nosso PH deve permanecer no lado alcalino. Um organismo ácido está sujeito a uma série de doenças que se desenvolvem em meio à acidez. Em oposição a isso, a doença não prospera em um organismo adequadamente alcalino.
 
Como equilibrar o PH naturalmente?
O nosso organismo trabalha todo o tempo para manter o PH sanguíneo equilibrado, ou seja, nem ácido demais, nem muito alcalino. O PH varia em uma escala que vai de 0 a 14 e o ideal é que ele esteja sempre entre 7,3 e 7,4.

Quando há uma queda nesse nível e o sangue fica com o PH mais ácido, o nosso corpo reage e as consequências são cansaço, dores de cabeça, problemas digestivos, desmineralização das unhas e do cabelo, entre outros. Além disso, ele fica mais propenso a desenvolver doenças, como diabete, obesidade, enxaqueca, catarata, câncer, artrite, alergias, osteoporose, entre outras.
 
Como funciona a dieta alcalina?
Algumas situações do nosso dia a dia podem causar desequilíbrio, como o estresse, a poluição e a alimentação. A maioria das reações que ocorrem no nosso corpo geram substâncias ácidas e quando somadas aos resíduos gerados pelos alimentos ácidos podem causar prejuízos ao organismo.  E para ajudar a alcançar este  equilíbrio, uma dieta alcalina é ótima aliada. Para isso, deve-se ingerir 60% de alimentos alcalinos e 40% de ácidos.

É importante entender que a acidez, nesse caso, é medida a partir do seu efeito após a digestão, e não em relação a concentração de acidez do alimento antes de ser ingerido. Um exemplo clássico são as frutas cítricas; embora elas sejam fontes ácidas, em nosso organismo exercem um efeito alcalino e, por isso, são boas alternativas.

Quais são os alimentos alcalinos e os ácidos?


Muito alcalinos: ameixa, limão, abacate, manga, tangerina, abacaxi, sal marinho, semente de abóbora (sem sal), castanhas, lentilha, brócolis, cebola, rabanete, inhame, batata-doce, laranja lima, nectarina, framboesa, melão, tangerina e abacaxi.
 
Muito ácidos: refrigerantes, embutidos, sucos industrializados, açúcar branco, carnes processadas, pães e massas industrializadas, bebidas alcoólicas como cerveja e destilados, farinha de trigo branca, queijo processado, gordura hidrogenada (sorvetes), leite de vaca e demais alimentos industrializados (não orgânicos) e frituras de qualquer natureza.

Quanto mais alimentos in natura consumirmos, mais alcalina será nossa alimentação.

Outro ponto importante é não abrir mão da prática regular de atividades físicas. Isso faz com que o nosso organismo libere mais enzimas e hormônios, além de aumentar a circulação sanguínea. Isso facilita a absorção de nutrientes. Exercitar-se ainda é uma das melhores formas de eliminar o estresse e evitar que o PH fique mais ácido.

 

Aproveite a pandemia e reavalie a sua alimentação! Vale a pena!

 
Atenciosamente,

GESTÃO DE SAÚDE E BEM ESTAR VICTORY

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP