ITÁLIA REABRE ACADEMIAS E TEM MENOR NÚMERO DE CASOS DIÁRIOS DA COVID-19 DESDE FEVEREIRO

Itália deu mais um passo na saída gradual da quarentena nesta segunda-feira (25) ao suspender algumas das restrições impostas para conter a pandemia do coronavírus, como a reabertura de centros esportivos e piscinas em diversas regiões. O número de novas infecções diárias foi de 300, o menor desde o final de fevereiro, com quase a metade deles, precisamente 148, na região da Lombardia.

Entretanto, hoje foram feitos menos testes, com 35.241, aquém dos 55.824 realizados ontem e dos mais de 72 mil do último sábado. O total de casos da Covid-19 chega a 230.158.

O número de mortes relatadas nas últimas 24 horas é de 92, elevando o total de óbitos para 32.877 desde o início da crise, em 21 de fevereiro, quando foi detectado o primeiro contágio no país.

Existem atualmente 55,3 mil casos ativos no país, quase 1,3 mil a menos do que ontem. Desses, 84% estão isolados em suas casas com sintomas leves ou assintomáticos, 8.185 foram internados e 541 estão em terapia intensiva, o que reduziu a pressão sobre o sistema de saúde.

Reabertura de academias

Alguns estabelecimentos ainda não tinham sido abertos, pois eram considerados fontes potenciais de contágio. É o caso das academias, dos centros esportivos e das piscinas, que a partir de hoje estão de volta ao funcionamento em muitas regiões. As exceções são Basilicata, no sul do país, e a Lombardia, no norte, que terá de esperar mais uma semana, enquanto em Veneto, Ligúria e Sicília começaram há uma semana.

Na Itália, existem aproximadamente 100 mil centros esportivos particulares com cerca de 20 milhões de frequentadores e têm sido um dos setores mais afetados pelo fechamento devido aos custos fixos significativos.

A associação nacional dessas instalações (Anif) fez uma estimativa que aponta que as perdas foram de 3 bilhões de euros e que, neste ano, cada centro terá um faturamento entre 50% e 60% menor do que em 2019.

A partir de agora, as autoridades impuseram medidas rigorosas de segurança a esses espaços para limitar a possibilidade de contágio interno. Serão oferecidos géis desinfetantes e máscaras obrigatórias, mas os donos também terão que elaborar programas de atividades precisos para que não haja multidões.

Nos vestiários e chuveiros, os espaços devem ser organizados de forma que a distância entre as pessoas seja sempre de pelo menos 1 metro, e essa separação aumentará para 2 metros se o treinamento estiver sendo realizado.

Além disso, os aparelhos devem ser reorganizados e desinfetados após cada uso, e os usuários não podem compartilhar garrafas de água, toalhas ou itens pessoais. Todos terão sua temperatura aferida e será necessário trocar de calçado antes de entrar.

Fonte:

https://jovempan.com.br/noticias/mundo/italia-reabre-academias-e-tem-menor-numero-de-casos-diarios-da-covid-19-desde-fevereiro.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP