FUJIFILM DIZ QUE ANTIVIRAL AVIGAN SE MOSTROU EFICAZ CONTRA COVID-19 EM FASE 3

O grupo japonês Fujifilm Holdings Corp anunciou, nesta quarta-feira (23), que um estudo em estágio avançado de seu antiviral Avigan mostrou que a droga reduziu os tempos de recuperação para pacientes com com sintomas não graves do novo coronavírus, aumentando as expectativas de aprovação regulatória no Japão.

Segundo o estudo clínico de Fase 3 do medicamento, com 156 pacientes no Japão, aqueles tratados com Avigan melhoraram após 11,9 dias, contra 14,7 dias para um grupo de placebo.

Os resultados do estudo, conduzido pela subsidiária Fujifilm Toyama Chemical, foram “estatisticamente significativos”, disse a empresa em um comunicado.

O anúncio elevou as ações da Fujifilm em mais de 4% em Tóquio, atingindo o nível mais alto em quatro meses.

Shinzo Abe, ex-primeiro-ministro japonês que renuciou ao cargo recentemente, já havia elogiado o potencial do Avigan como a contribuição do Japão para uma corrida global por tratamentos contra o novo coronavírus, que causa a Covid-19.

O governo pediu à Fujifilm que triplicasse os estoques nacionais de Avigan, aprovado em 2014 como um tratamento de emergência para gripe, e prometeu doá-lo aos países que o solicitassem.

No entanto, a falta de pacientes no Japão dificultou os testes clínicos. Em julho, pesquisadores da Fujita Health University disseram que, por conta dessa limitação, seu estudo Avigan não conseguiu alcançar resultados estatisticamente significativos.

Em sua declaração, a Fujifilm disse que iria realizar uma análise mais aprofundada dos dados do ensaio e buscar a aprovação do Avigan para uso contra a Covid-19 já em outubro.

Nesta semana, o jornal Nikkei citou fontes do ministério dizendo que a aprovação poderia ser concedida dentro de um mês após o recebimento de tal pedido.

Em julho, a Fujifilm vendeu seus direitos globais da Avigan para o Laboratório Dr Reddy’s, na Índia. Já disponível genericamente em muitos países sob o nome de favipiravir, o medicamento foi aprovado para tratar a Covid-19 na Índia e na Rússia.

O Avigan atua no RNA dos vírus, inibindo sua capacidade de replicação. A droga passa por dezenas de testes em todo o mundo, mas permanecem preocupações sobre os defeitos de nascença que causou em estudos com animais.

Fonte:

https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/09/23/fujifilm-diz-que-antiviral-avigan-se-mostrou-eficaz-contra-covid-19-em-fase-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP