É POSSÍVEL CORRER DE MÁSCARA? ESSE MÉDICO CORREU 35 KM PARA DESCOBRIR

Para quebrar o mito de que usar máscaras contra o novo coronavírus atrapalha a respiração durante a corrida, um médico de Yorkshire, no Reino Unido, correu cerca de 35 quilômetros usando uma máscara. Em seu perfil no Twitter, Tom Lawton afirmou que não tirou a máscara em momento algum e não tomou água ou se alimentou durante o período que correu.

Segundo ele, os níveis de oxigênio não abaixaram apesar do uso da proteção e se mantiveram em 98% durante todo o percurso, ao contrário do que muitos acreditam.

Lawton trabalha na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital em Bradford, no norte da Inglaterra. A corrida de 35 quilômetros feita por ele foi de sua casa até seu trabalho, ida e volta. Anteriormente ele havia publicado em seu perfil que iria fazer o desafio e publicar os resultados para que todos pudessem ver como a respiração se mantinha em níveis normais mesmo com a máscara.

Em uma enquete feita no Twitter, os seguidores puderam escolher com qual máscara o médico correria. As opções eram: máscara cirúrgica, FFP3, de tecido e outra de tecido com uma camada em jeans. A de tecido foi a vencedora e a escolhida para a corrida diária de Lawton.

Um estudo feito pela Universidade Católica de Leuven, na Bélgica, e a Universidade de Tecnologia de Eindhoven, na Holanda, aponta que é necessário correr a pelo menos 10 metros de distância das outras pessoas e de 4 a 5 metros durante uma caminhada. Outro ponto do estudo é que, durante as pedaladas em uma bicicleta, as partículas da covid-19 podem viajar por até 20 metros.

É claro que não é qualquer pessoa que aguentaria correr 35 quilômetros seguidos sem um treinamento prévio. Lawton é triatleta, mas a ideia do médico mostra que é possível, sim, correr usando máscara sem perder oxigênio (o fôlego são outros 500).

Fonte: https://exame.com/ciencia/e-possivel-correr-de-mascara-esse-medico-correu-35-km-para-descobrir/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP