CIDADE DE SP VAI RETOMAR ATIVIDADES EXTRACURRICULARES E ENSINO SUPERIOR EM 7 DE OUTUBRO

O prefeito da Cidade de São Paulo, Bruno Covas, anunciou nesta quinta-feira (17) que a volta das atividades extracurriculares no município vai acontecer no dia 7 de outubro. As aulas do ensino superior também poderão ser retomadas na data. De acordo com os números divulgados no terceiro inquérito sorológico, o retorno das aulas regulares, neste momento, ainda seria perigoso. “Vamos continuar realizando os inquéritos para poder avaliar se é o caso de manter a mesma linha ou outra posição a partir de 3 de novembro”, disse.

Entende-se por atividades extracurriculares aulas de música ou de línguas, por exemplo. Cerca de 16,5% dos alunos da rede municipal, estadual e privada (244.242 pessoas) já tiveram contato com a Covid-19 — sendo que 66% foram assintomáticos. Entre os adultos, o número dos que ficaram doentes e não tiveram sintomas é de cerca de 40%.

Ainda segundo os números, a rede municipal se manteve estável com 18,4% dos alunos infectados. A rede estadual, analisada pela primeira vez, mostrou 17,2% dos testes positivos. Já na rede privada o número foi bem menor: apenas 9,7% foram infectados. Entre os alunos de 4 e 5 anos, a média de prevalência foi de 17,4%. Do total, a classe D/E representa 17,6% dos contaminados — contra A/B representando 8,4%. Dos alunos das três esferas, 26,7% moram com indivíduos maiores de 60 anos — grupo de risco para a doença causada pelo novo coronavírus.

Dos jovens testados, 98,8% tiveram adesão elevada ao distanciamento social e 90% disseram usar máscara na maioria das vezes. A rede privada foi a que registrou menor prevalência da Covid-19 e a que teve maior número de assintomáticos (70,3%). Um exemplo: a cada 100 crianças testadas, 10 tiveram resultado positivo e 7 não tiveram sintomas. Esse também é o grupo que mais vive com indivíduos maiores de 60 anos (31%).

Ensino superior volta dia 7

Bruno Covas anunciou que, no dia 7 de outubro, as aulas do ensino superior já podem ser retomadas. As aulas regulares, no entanto, vão precisar esperar a análise dos próximos inquéritos sorológicos. Covas também anunciou a abertura de 14 mil vagas para atendimento sócio-emocional para crianças de 6 a 14 anos que residem em áreas de alta vulnerabilidade. A porta de entrada aos Centro para Crianças e Adolescentes, que vão ser reabertos, serão as UBS e PSF. De acordo com Covas, a Prefeitura já recebeu nos últimos meses 5 mil denúncias de crianças vítimas de violência doméstica.

O secretário municipal da EducaçãoBruno Caetano, anunciou que todos os alunos do ensino regular serão submetidos a uma avaliação para verificar o déficit de aprendizagem de cada aluno. “O ano letivo de 2021 será mesclado para que possa existir mais tempo de recuperação. Tudo o que foi estudado em 2020 será revisto em sala de aula em 2021 e trabalharemos com ensino integral”, disse. De acordo com ele, todos os alunos também vão receber tablets para estudar no contra turno.

Fonte:

https://jovempan.com.br/noticias/brasil/cidade-de-sp-vai-retomar-atividades-extracurriculares-e-ensino-superior-em-7-de-outubro.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP