CARIOCAS LOTAM AS PRAIAS, MESMO COM PROIBIÇÃO DE PERMANÊNCIA NAS AREIAS

Ainda não está liberada a permanência nas areais das praias do Rio, mas não foi o que pareceu neste sábado, já que as orlas ficaram bem cheias. Com a temperatura chegando aos 33 graus e o ar seco, muitas pessoas foram para as praias e não encontraram maiores problemas em relação à fiscalização dos agentes públicos. A reportagem do jornal GLOBO percorreu as praias do Arpoador, Ipanema e Copacabana, na Zona Sul, e Grumari, na Zona Oeste.

Pelas regras de flexibilização da prefeitura do Rio para a retomada gradual das atividades econômicas, não está liberada a permanência na areia das praias. E quem descumprir essa regra ainda pode pagar uma multa de 107 reais. O argumento do prefeito Marcelo Crivella para a probição é que é difícil o banhista ficar de máscara por causa do calor e da exposição ao sol, e a permanência na areia só deve ser liberada depois que houver vacina contra a covid-19 ou quando os índices de contágio estiverem bem baixos, perto de zero.

Os calçadões também ficaram cheios, esses sim já foram liberados pela prefeitura para a prática de atividades físicas individuais, como corrida e caminhada, mas sempre com o uso da máscara.

Equipes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e da Vigilância Sanitária fizeram uma ação conjunta na orla da Zona Sul e focaram na fiscalização e orientação dos comerciantes. De acordo com os órgãos, foram fiscalizados 32 ambulantes, além de quiosques. Uma mesa e 30 garrafas de vidro foram apreendidas por fiscais da Coordenadoria de Controle Urbano, da Secretaria Municipal de Fazenda.

As equipes verificaram que 43 quiosques estavam trabalhando de acordo com as regras de ouro estipuladas pela prefeitura e sete passaram por inspeção de fiscais da Vigilância Sanitária, sendo três deles multados por falta de licenciamento. Outros 34 quiosques não abriram as portas neste sábado. Além disso, 12 veículos foram removidos por estacionamento irregular.

Em relação ao trabalho dos guardas municipais, a prefeitura respondeu que mantém a operação especial “Blitz da Vida”, que busca conscientizar a população sobre os cuidados para evitar o contágio do novo coronavírus.

“Ao todo, 104 guardas municipais atuam nas orlas das Zonas Sul e Oeste neste sábado, dia 25. Durante o patrulhamento no calçadão e na faixa da areia, os agentes fazem abordagens ao cidadão, orientam e notificam a falta do uso de máscara de proteção”.

No período de 5 a 20 de julho, a Guarda Municipal aplicou 1.966 multas por falta do uso de máscaras em toda a cidade, incluindo nas praias.

Questionada sobre a atuação dos policiais militares para alertar os banhistas sobre a proibição da permanência na praia. A Secretaria estadual de Polícia Militar disse, por meio de nota, que a corporação está à disposição para apoiar quaisquer necessidades solicitadas pelos órgãos municipais nas ações de fiscalização durante este momento de pandemia.

“Os policiais militares estão instruídos a priorizar a conscientização e o diálogo no contato com os cidadãos”, informou a nota.

Fonte:

https://exame.com/brasil/cariocas-lotam-as-praias-mesmo-com-proibicao-de-permanencia-nas-areias/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP