CARDIOLOGISTA EXPLICA RELAÇÃO ENTRE COVID-19 E PROBLEMAS CIRCULATÓRIOS

A evolução da pandemia do novo coronavírus evidencia a relação da doença com sintomas que afetam além do sistema respiratório. Segundo a cardiologista Ludhmila Hajjar, os últimos meses de combate e estudo da Covid-19 indicaram que a infecção atinge também o sistema cardiovascular e pode causar graves complicações, como trombose, por exemplo. 

“Hoje entendemos que 50% dos pacientes internados [por Covid] têm ou terão alguma forma de complicação cardíaca, que varia desde um problema no vaso cardíaco (coronária) até um ataque ao músculo cardíaco (miocárdio), além de muitas complicações no sistema vascular, como tromboembolismo venoso, embolia de pulmão e arritmias cardíacas”, explicou a médica à CNN neste domingo (26).

Sobre os problemas de circulação, ela acrescentou que, de acordo com estudos, de 20% a 30% dos pacientes internados em UTIs por Covid-19 podem apresentar trombose nos membros inferiores e embolia pulmonar. “O componente vascular dessa doença também não pode deixar de ser mencionado. São complicações graves que as pessoas podem apresentar”, destacou.

A associação do novo coronavírus com a trombose já faz os médicos darem um remédio preventivo para os hospitalizados com a doença. “Todos os doentes internados hoje com suspeita ou com infecção confirmada por Covid recebem heparina para prevenir eventos trombóticos”, disse Ludhmila citando um anticoagulante.

Tipo sanguíneo x Covid

A cardiologista Ludhmila Hajjar também comentou um recente estudo americano relacionando o tipo sanguíneo com uma incidência maior ou menor da Covid-19.

“Pessoas que têm o tipo sanguíneo A têm maior chance de se infectar, maior probabilidade de ter a forma grave [da doença]. Já o tipo O foi associado à maior proteção”, explicou. Apesar de ainda estar em estudo, a médica disse que é possível que a genética do indivíduo interfira em infecções virais.

Sinais de alerta

Sintomas como falta de ar, cansaço e dor no peito foram listados como os principais sinais de alerta pela especialista para a busca de assistência médica de emergência.

A médica destacou que além da Covid-19, esses sintomas podem indicar doenças cardíacas. Para ela, é importante que a pessoa busque ajuda médica o quanto antes. “Temos que orientar a população a não ficar em casa no caso de falta de ar, cansaço extremo, fraqueza e dor no peito. Isso pode ser sinal de infarto, arritmia ou um comprometimento respiratório do vírus. Ficar em casa [nesses casos] vai reduzir a chance de sobrevida [do paciente]”, alertou Hajjar.

Fonte:

https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/07/26/cardiologista-explica-relacao-entre-covid-19-e-problemas-circulatorios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP