BUTANTAN ESPERA RECEBER DOSES PRONTAS DA CORONAVAC NESTA SEMANA

O Instituto Butantan espera receber doses prontas da vacina Coronavac, vindas da China, ainda nesta semana. Nesta terça-feira (17), o diretor do instituto, Dimas Covas, estimou os prazos durante participação em comissão na Câmara dos Deputados sobre o combate brasileiro à pandemia de Covid-19.

“Já receberemos vacinas nesta semana. Vamos receber já uma primeira partida de vacina prontas da China”, disse Covas. Segundo ele, a matéria-prima para produção do imunizante no instituto deve chegar também até o final de novembro.

“Também receberemos ainda neste mês um quantitativo aí inicial de 600 litros de matéria-prima para iniciar a produção aqui no Butantan e tudo caminha aí para que rapidamente tenhamos um quantitativo de 46 milhões de doses de vacinas prontas para uso já em janeiro”, acrescentou Covas.

Também nesta terça, em entrevista à Rádio Jornal de Pernambuco, o governador de São Paulo, João Doria, comentou sobre a chegada de doses prontas da vacina. Segundo ele, São Paulo já receberá um lote nesta quinta-feira (19).

“A vacina do Butantan, Coronavac, chega agora, nesta quinta, chega já o primeiro lote das vacinas. Ela virá em lotes, prontas do laboratório Sinovac, e depois nós produziremos aqui, no próprio Butantan”, declarou Doria.

Vacina é segura, aponta estudo

Coronavac, vacina experimental contra Covid-19 da chinesa Sinovac, induziu uma rápida resposta imune, mas o nível de anticorpos produzidos foi menor do que o visto em pessoas que se recuperaram da doença, mostraram dados preliminares dos testes clínicos com a vacina na quarta-feira (horário local da China).

Embora os testes em estágios inicial e intermediário não tenham sido desenvolvidos para determinar a eficácia da Coronavac, os pesquisadores disseram que ela pode fornecer proteção suficiente, com base na experiência com outras vacinas e em dados de estudos pré-clínicos em macacos.

O estudo vem após notícias animadoras neste mês das farmacêuticas norte-americanas Pfizer e Moderna, que mostraram que suas vacinas experimentais são mais de 90% efetivas com base em dados preliminares de estudos amplos em estágio avançado.

A Coronavac está sendo testada em estudo em estágio avançado de Fase 3 no Brasil pelo Instituto Butantan. Outras quatro candidatas a vacina desenvolvidas pela China também estão em testes de estágio avançado para determinar sua eficácia.

As descobertas da Sinovac, publicadas em artigo revisado por outros cientistas na revista médica The Lancet Infectious Diseases, são dos testes clínicos em Fases 1 e 2 realizados na China, com mais de 700 participantes.

Fonte:

https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/11/18/butantan-espera-receber-doses-prontas-da-coronavac-nesta-semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP