BRASIL SEGUE REGISTRANDO AUMENTO DO NÚMERO DE NOVOS CASOS

O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde, divulgou o Boletim Epidemiológico Especial 20 sobre os casos de Covid-19 registrados no Brasil, de 21 a 27 de junho. No período, foram confirmadas 246.088 infecções e 7.094 mortes. A região Norte apresenta os maiores coeficientes de incidência, com 1.364,4 casos por 100 mil habitantes, e de mortalidade, com 50,5 óbitos por 100 mil habitantes.

O estado do Amapá registrou o maior número de pessoas infectadas (3.299 por 100 mil habitantes); e o Amazonas atingiu o maior índice de mortalidade (66,9 por 100 mil habitantes). Em seguida, o Nordeste apresenta uma incidência de 790,4 e mortalidade de 32,1, tendo o estado do Ceará o maior número de ocorrências (1.167,6) e óbitos (65,5).

A região Sudeste, em terceiro lugar, registrou 517,1 infecções por 100 mil habitantes e uma mortalidade de 29,9 por 100 habitantes. O estado do Espírito Santo apresenta a maior incidência (1.036,5) e o Rio de Janeiro o maior registro de óbitos (56,7). Com exceção do Distrito Federal, as regiões Sul e Centro-Oeste apresentam as menores ocorrências de incidência e mortalidade.

De 26 de fevereiro até 27 de junho, foram confirmados 1.313.667 casos de infecções pelo novo coronavírus no País. Desse total, 57.070 (4,3%) foram a óbito; 540.692 são monitorados (41,2%); e 715.905 (54,5%) se recuperaram da doença.

A semana de 21 a 27 de junho registrou um aumento de 13% no número de novos casos em relação à semana anterior, apresentada no Boletim Epidemiológico Especial 19, que teve  217.065 casos.

No mundo

No que se refere à situação epidemiológica de Covid-19 ao redor do planeta, os Estados Unidos apresentam o maior número de casos, com 2.467.837 infecções. O país é “seguido por Brasil (1.313.667), Rússia (620.794), Índia (508.953) e Reino Unido (309.360)”, conforme relaciona o levantamento.  

No mundo, foram registrados 9.771.518 casos e 493.896 óbitos até o dia 27 de junho. Os Estados Unidos tiveram o maior número absoluto de mortes, com 125.039 óbitos, seguidos de Brasil (50.070), Reino Unido (43.414), Itália (34.708) e França (29.778).

Fonte:

http://associacaopaulistamedicina.org.br/noticia/covid-19-brasil-segue-registrando-aumento-do-numero-de-novos-casos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP