BRASIL REGISTRA 631 MORTOS NO DOMINGO E ULTRAPASSA OS 72 MIL ÓBITOS

O Brasil ultrapassou as 72 mil mortes causadas pelo novo coronavírus neste domingo. Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, nas últimas 24 horas, 631 pessoas foram vítimas fatais da Covid-19, enquanto 24.831 tiveram o registro da infecção. No total, o Brasil já registra 1.864.681 pessoas infectadas e 72.100 mortes desde o início da pandemia.

O número de recuperados chegou a 1.123.204, enquanto o sistema de saúde acompanha outros 669.377 casos. 

São Paulo continua sendo o estado com o maior número de casos em todo o Brasil. Nas últimas 24 horas, foram registrados 5.107 casos e 146 óbitos. Os números estão abaixo dos registrados durante a semana e isso acontece por causa do atraso na notificação e registro em finais de semana.

No total, o estado paulista tem 371.997 casos confirmados e o total de mortes chega a 17.848.

O Ceará tem 136.785 casos confirmados com 6.868 mortos, enquanto o Rio de Janeiro registra um total de 129.684 infecções e 11.415 mortos.

No sábado, o Brasil registrou 1.071 mortes e 39.023 infecções em 24 horas. Os números de domingo costumam ser menores pela diminuição de trabalhadores no sistema de saúde, o que diminui o total de registros de óbitos e infecções. 

No mundo

Não é só o Brasil que segue batendo recordes atrás de recordes. Neste domingo (12), a Organização Mundial da Saúde ultrapassou o recorde de casos de coronavírus em 24 horas em todo o mundo.

Foram contabilizados 230.370 casos nas últimas 24 horas e 5.285 novas mortes. Até então, o recorde de casos novos havia sido registrado em 10 de julho, com 228.102 casos em um único dia. 

No total, há 12.552.765 casos e 561.617 mortes por Covid-19, segundo a OMS. Cerca de metade das duas cifras estão concentradas nas Américas, com 6,5 milhões de casos e 283 mil mortes. O Brasil é o segundo país em número de casos e mortes, atrás apenas dos Estados Unidos. 

Vacina

Acordo do Ministério da Saúde com a Universidade de Oxford e o laboratório britânico-sueco AstraZeneca incluiu o Brasil no maior e mais avançado programa de desenvolvimento de vacina contra a Covid-19.

A fabricação ficará a cargo da Fiocruz, que expandirá suas instalações para produzir até 40 milhões de doses por ano.

Multas no Rio de Janeiro

Neste domingo, a guarda municipal do Rio de Janeiro informou que ao menos 135 pessoas foram multadas na orla e nas praias da cidade neste fim de semana por estarem sem máscara de proteção.

Neste domingo, foram 86 multas, depois de 49 autuações terem sido aplicadas na véspera. As abordagens das equipes aconteceram no calçadão e na faixa de areia.

No fim de semana, as pistas da orla voltaram a ser interditadas para serem usadas como área de lazer, algo que era comum aos domingos antes da pandemia.

A multa pela falta de uso de máscara no Rio de Janeiro é de 107 reais por pessoa, enquanto que para estabelecimentos comerciais varia de 590 reais a quase 2.700 reais. Um decreto de maio obriga as pessoas a usarem máscara em local público na cidade.

“Realizamos o procedimento para proteger a população nesta luta contra o novo coronavírus. O objetivo da Blitz da Vida é levar consciência e estimular a disciplina pessoal aos cidadãos sobre a necessidade do uso da máscara de proteção”, afirmou o comandante da Guarda Municipal do Rio, José Ricardo Soares.

Segundo a Guarda Municipal, desde o começo de junho já foram registradas 1.377 infrações sanitárias sendo 825 autuações pela falta do uso de máscara facial, com 656 constatadas em via pública e 169 dentro de estabelecimentos comerciais.

Fonte: https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/07/12/brasil-registra-631-mortos-no-domingo-e-total-chega-a-72-1-mil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP