BILL GATES DIZ QUE AUMENTO DO NACIONALISMO AFETA RESPOSTAS À COVID-19

Bill Gates, cofundador da Microsoft, disse em entrevista ao The Times que o aumento do nacionalismo nos últimos anos afetou a forma como os países lidam com a pandemia do novo coronavírus. Ao ser questionado se os políticos atuais estão preparados para responder a crise, Gates foi ponderado na resposta. “Você vai à guerra com os líderes que tem […] em retrospecto, pode julgar o quão bem foi.”.

E acrescentou: “Eu acho que o fato de o mundo estar se movendo em direção ao nacionalismo e aos países cuidando de si mesmos, não é útil. Todos nós desejamos ter levantado o grito de guerra mais rapidamente. Pouquíssimas pessoas recebem um A [nota máxima] em termos do que fizeram nessa situação”.

Para o cofundador da Microsoft, os bloqueios impostos pelos governos não são medidas extremas e, se essas medidas não tivessem ocorrido, iríamos viver “o pior dos dois mundos” em relação à disseminação da doença e da redução econômica.

Apesar de não citar o nome de nenhum país na sua fala, recentemente, o bilionário respondeu a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de suspender temporariamente o envio de dinheiro para a OMS (Organização Mundial da Saúde). Para Gates, cortar o financiamento da OMS em meio a pandemia do coronavírus seria uma resposta “tão perigosa quanto parece”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP