Atividade sexual e Coronavírus

O sêmen de homens com Covid-19 pode transmitir o SARS-CoV-2?

Estudo realizado em um hospital da China (Hospital Municipal de Shangqiu), publicado em 07/05/2020, detectou o SARS-COV-2 no esperma de homens maiores de 16 anos, entre 26/01/2020 e 16/02/2020.

38 pacientes forneceram amostras de sêmen, que foram testadas para a presença de SARS-CoV-2. Entre eles, 23 já estavam recuperados clinicamente e 15 ainda permaneciam no estágio agudo da doença.

Resultados

Os resultados mostraram presença do vírus nas amostras de 6 (15.8%) pacientes, sendo 4 entre os 15 que ainda estavam com doença aguda ativa e 2 entre os 23 que já haviam se recuperado. Não houve diferença significativa entre as amostras positivas e negativas em relação a idade, a história de doença urogenital, ou aos tempos de doença, de internação, ou de recuperação.

O estudo mostra, portanto, que o vírus pode ser encontrado no sêmen de homens com Covid-19 ativa e também naqueles já recuperados da doença. Contudo, ainda não se pode afirmar que o vírus pode ser transmitido por via sexual. Ainda assim, os autores recomendam a adoção de medidas de prevenção sexual, como abstinência ou uso de preservativos.

Particularmente, acredito ser um número muito restrito de pacientes examinados que participaram do estudo mas, vale lembrar a importância de cuidados na conduta sexual, sempre, com a admissão de prevenção em relação as doenças sexualmente transmissíveis e, agora, o SARS-CoV-2.

Gestão de Saúde Victory

TOP