A importância da atividade física regular durante a pandemia

Boletim Informativo
Coronavírus – COVID-19
07/2020

Quando o indivíduo tem uma vida sedentária o corpo entende que não necessita de massa óssea, de músculos e do coração bater mais rápido para suprir necessidades do organismo, porque se adapta à estas condições. Logo, o corpo fica mais fraco porque “não tem a necessidade de ser mais forte”, correndo o risco de aumentar o peso, fraturas ósseas, doença cardíaca, diabetes, câncer entre outras complicações.

Os benefícios para os indivíduos que praticam atividade física regular são, dentre outros:

  • Redução do risco de diabetes e obesidade;
  • Melhora da função cardiovascular e respiratória;
  • Redução do risco de câncer;
  • Melhora da função cerebral e memória;
  • Auxílio para combater o tabagismo e alcoolismo;
  • Liberação de endorfina – hormônio do prazer, auxiliando no combate ao stress, ansiedade, angústia e depressão;
  • Reforço na saúde dos ossos, reduzindo o risco de fraturas na idade mais avançada;
  • Melhora da imunidade geral do organismo com aumento da resistência as doenças provocadas por vírus e bactérias.

Apenas 150 minutos de exercício físico por semana auxilia em todos estes itens. O gasto de energia auxilia na redução do peso e deve ser maior do que a ingestão de alimentos para ser efetivo.

O exercício físico regular ajuda a controlar a fome e, é necessário para que o organismo se adapte à nova situação de gasto de energia, caso contrário, despertará a fome e, por entender que não deve gastar energia para recuperar a perda, pode levar ao aumento de peso.

É muito importante para os obesos ou com sobrepeso que, mesmo durante o isolamento social, mantenham a atividade física diária para perda de peso e melhoria/controle da saúde. Atividades simples podem ajudar muito nessa estratégia como: andar em casa, ou no quintal, na área externa dos prédios e praças.

Pode ainda participar de competições de contagem de passos, como acontece no app Avatar da Saúde. É fundamental fazer supermercado já alimentado, sem fome, o que ajudará a evitar a compra de alimentos calóricos (massas, balas, bolos, doces, chocolates, frituras e etc.), mantendo a dieta indicada pelo profissional de saúde.

Cuidar da sua própria saúde é obrigação de cada um. Deixar para mais tarde pode provocar o início de tratamento de patologias crônicas tardiamente, comprometendo definitivamente a qualidade de vida.

TOP